Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Christopher Nolan’

Bom, este é um filme que se passa pelo ponto de vista de um personagem obcedado em se vingar da morte da esposa e ainda por cima com amnésia, de maneira que ele não consegue formar memórias novas. Estranho né? Pois se prepare, este filme ainda vai impressiona-lo muito.

Este é “Memento”, filme escrito e dirigido por Christopher Nolan, baseado no livro “Memento Mori” de seu irmão Jonathan Nolan. Este é o mesmo diretor de “Batman Dark Knight”, “Batman Begins”, “The Prestige”, “Inception”, entre outros. Alias, lembra do Inception (A origem)? filminho complicado né? Pois é, Memento tem esse estilo também. Não se trata de um filme difícil de entender, na verdade tudo é explicado no final sem muitas complicações, mas é um filme que exigi uma atenção maior quando comparado com outros, da mesma maneira que Inception.

Leonard Shelby (Guy Pierce, de “O Conde de Monte Cristo”) procura vingança do homem responsável por matar sua esposa de maneira brutal, e deixa-lo com uma deficiência de memória que o impede de formar memórias novas. Lembra do filme de sessão da tarde (muito bom, diga-se de passagem) “Como Se Fosse A Primeira Vez” ? Nesse filme, Drew Barrymore vive Lucy, uma mulher que, após um acidente de carro, perde a capacidade de formar memórias novas, e esquece do que viveu durante o dia no sono da noite. Leonard tem o mesmo problema, exceto pelo fato de que ele não perde necessariamente a memória durante o sono, e sim em momento aleatórios no dia. Pode ser, durante uma conversa, uma caminhada, ou dirigindo o carro. Ele monta um esquema para conseguir lembrar das coisas, e perseguir o assassino. Ele escreve notas para lembrar mais tarde, além de algumas tatuagens que tem a mesma função. Outra tática usada por Leonard para avançar nas investigações é contar aos outros sobre sua “condição”, e sobre sua vida pessoal, esperando que algumas pessoas o ajudem. Natalie (Carrie-Anne Moss, Matrix) e Teddy (Joe Pantoliano, Bad Boys II) são exemplos dessas pessoas.

O filme segue uma história não-linear. Ele começa no fim, mas não se dirige exatamente para o começo. Na verdade, algumas cenas acontecem no passado e outras no futuro, e elas se cruzam no filme. Algumas cenas são até em preto e branco, para deixar mais claro essas mudanças no tempo. Mas esta construção não estraga o filme. Muito pelo contrário, deixa-o muito interessante e principalmente empolgante, e essa empolgação vai aumentando até o final espetacular do filme, onde tudo é explicado.

Pode-se perceber uma semelhança entre Memento e outros filmes de Christopher Nolan. Ele próprio diz que “Memento” foi um dos filmes que ele se inspirou para escrever e produzir Inception. Além disso, “Inception” também tem uma estrutura “um pouco” não-linear. Digo “um pouco”, pois o filme apesar de começar no fim, não tem tantas voltas como Memento, no entanto, tem uma noção de profundidade muito interessante, além de explorar bem a mente humana através dos sonhos. “The prestige” também pode ser comparado a estes dois filmes tanto em genialidade quanto estrutura. Christopher Priest, autor do livro “The Prestige” que inspirou o filme, procurou Nolan, após se impressionar com o filme Memento, para adaptar sua obra para os cinemas. “The Prestige” também segue uma estrutura não-linear, que varia de acordo com os pontos de vistas dos dois personagens principais.

Recomendo muito que assistam este filme, e outros filmes de Christopher Nolan, que acabou se tornando para mim um dos melhores diretores da história.

Read Full Post »