Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘first edition’

Pelo amor aos livros e aproveitando a leva de posts sobre Jack Kerouac, posto aqui as fotos da raridade que encontrei na Estante Virtual, a primeira edição de Maggie Cassidy, publicado em 1959.  Em vez do preço alto da AbeBooks, sem contar o frete caro e a alta cotação do dólar, paguei 14 reais nesta beleza.

Como mencionei no post anterior, a trama deste livro me chamou atenção por tratar dos anos iniciais da vida artística de Jack Kerouac, além de contar a história do primeiro amor de sua vida. Interessado pela Duluoz Legend, lá estava eu pesquisando sites de compras em busca de livros de Kerouac, quando resolvo conferir a lista virtual dos semi-novos, usados, velhos e sebosos livros do Brasil.  Aí vi que tinha este livro em um sebo de SP e a descrição dizia que o livro era capa mole e amarelado, mas era a primeira edição! Não ligo tanto pra essa coisa de primeira edição, ainda mais se for um absurdo de caro. Apesar de livros raros serem bonitos e valiosos, é hobby de nego rico. Mas como estava 14 reais a história foi outra. Quando eu vi um vendedor na AbeBooks cobrando este livro por US$ 249.66 (tem um autografado que está por quase 5 mil dólares), fechei a compra na Estante Virtual na hora.  Me senti ótimo, sortudo, como o Rafael Galvão comentou ao levar uma sorte semelhante: “Gosto de saber que esses livros valem muito mais do que paguei por eles. É bobo, eu sei, mas isso me dá uma sensação de esperteza que me falta em praticamente todas as outras áreas da vida cotidiana”. O mesmo aqui, Galvão.

O livro chegou direitinho, dentro de um saco plástico transparente. Ao ver o estado das páginas, jurei que elas iriam se desfazer e cair aos meus pés quando fosse abrir o livro. Com medo, dei uma olhada no livro e estava tudo no devido lugar. Só faltava o negócio estar corroído por vermes, esfarinhando e com páginas faltando. Apesar de mole, a capa está em perfeito estado e somente o miolo está bem velho. Fazer o quê, o livro é mais velho que minha mãe. Fiz umas pesquisas e descobri que para conservar livros antigos, recomenda-se fazer uma capa de plástico de acetato, como se fosse uma dust jacket. Comprei a tal folha de acetato e fiz a jacket para proteger o livro; podem conferir o resultado nas fotos abaixo.

Logo volto com a resenha de mais um capítulo da Duluoz Legend, desta vez, contando sobre os gozos de um jovem e os desafios de se tornar adulto.

maggie cassidy

Maggie Cassidy was no longer a girl. The vibrant, demanding, thrilling, woman body of her splashed over Jack’s life like soft spring rain, warming him, caoxing him, pushing him to life. It frightened him, for the day he met Maggie he saw the end of innocence, the last of childhood.

Anúncios

Read Full Post »